Morte de Ricardo Boechat deixa lacuna no mundo do Rádio.

A morte de Richardo Boechat deixa o mundo radiofônico órfão. Políticos, personalidades e instituições lamentaram nesta segunda-feira (11) a morte do jornalista, apresentador e radialista Ricardo Boechat, aos 66 anos.
Nós do OFICINA DO RÁDIO, lamentamos profundamente a perca irreparável de um profissional exemplar que ainda tinha muito para  oferecer ao  jornalismo brasileiro. Deixamos nossas sinceras condolências aos familiares e amigos das duas vítimas fatais  (Jornalisata Boechat e Piloto do Helicóptero)  do trágico acidente.

O apresentador José Luiz Datena reportou o acidente e a morte do colega de emissora. “Ele diria que a vida vale a pena pra caramba, em todos os seus minutos e segundos. Ele sempre usou esse tempo que teve de uma forma honesta.”

Os apresentadores Eduardo Barão e Carla Bigato, que compartilhavam a banca do jornal na Band News FM com Ricardo Boechat, e a editora-executiva do programa Sheila Magalhães não seguraram as lágrimas ao falar sobre o colega de trabalho no início da tarde desta segunda-feira (11). Diante da emoção dos apresentadores, a programação da rádio chegou a ser interrompida por alguns minutos.

O apresentador José Luiz Datena também chorou ao noticiar a morte do colega. Os colegas de bancada explicaram que a emissora noticiou ao vivo a queda do helicóptero e nos bastidores tentavam mais informações.

Boechat posaria na Band pouco depois do meio-dia e a coincidência do horário e local da queda deixaram os colegas apreensivos e contando os minutos, relataram eles.

Os apresentadores relembraram a trajetória do colega, comentaram que a vida pessoal dele se confundia com a profissional e que por diversas vezes ele divulgou o número do seu celular pessoal ao vivo na rádio.

Emocionados, o programa foi interrompido e uma vinheta ficou no ar por alguns minutos. Na volta, mais choro e emoção quando Sheila voltou a ler a notícia do falecimento do colega.

Fonte: PortalF5