Anatel publica novos canais FM para consulta pública em Belém

A Anatel publicou nesta semana uma consulta pública com seis canais de FM para o dial de Belém. A medida faz parte de um acordo entre as migrantes AM-FM da capital paraense, que vai garantir as rádios no dial convencional. As novas frequências fazem parte da utilização do chamado “segundo adjacente”.No início de agosto, o tudoradio.com publicou que as seis rádios que protocolaram o pedido de migração no dial de Belém, firmaram o acordo em reunião com o diretor de Rádio da ABERT, André Cintra. Segundo o trato, as rádios permitiram a diminuição de potência e uso do canal segundo adjacente para que as rádios migrem.

Cintra atualizou o panorama sobre a migração durante seu painel no SET EXPO deste ano, em São Paulo. O diretor da ABERT explicou o uso do segundo adjacente (por exemplo: o adjacente de 107.1 FM é 107.5 FM). Cintra destacou ainda que o MCTIC deve liberar mais cidades para a realização de audiência pública para aprovação de canais FM para migração. 

Segundo ele, várias localidades que antes estavam previstas para ter suas rádios no FMe, poderão migrar para o dial convencional (veja o quadro abaixo). Uma exceção, mas que ainda está em estudo segundo André Cintra, é Blumenau, que poderá ter apenas uma rádio migrando para o dial convencional e as demais para o FMe, por uma questão local e que depende de acordo entre as rádios.

Os canais publicados para consulta pública no dial de Belém são 107.5 FM, 97.1 FM, 106.3 FM, 106.9 FM, 104.7 FM e 100.5 FM. Em breve, a Anatel deverá divulgar a canalização das migrantes AM-FM de Belém.

Colaborações de Daniel Starck e Luiz Fernando

Fonte: TudoRadio